Uso de cigarro eletrônico entre jovens será tema de debate no Senado Federal

Jornal da Notícia

vape stories

Uma cena que se tornou comum entre jovens, especialmente na porta de baladas, é o uso dos cigarros eletrônicos, também conhecidos como vap ou pod. Quase 20% dos jovens entre 18 e 24 anos já experimentaram cigarros eletrônicos. Segundo o IBGE, quase 17% dos estudantes de 13 a 17 anos já experimentaram o vape.

Debate no Senado Sobre Cigarros Eletrônicos

O tema ganhou destaque no Senado Federal. O requerimento (REQ 3/2024) da senadora Damares Alves (Republicanos-DF) para a realização de audiência pública foi aprovado nesta quarta (28) na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). Em sua justificativa, ela destaca os riscos que a prática pode causar à saúde das pessoas.

“É relevante esclarecer que o uso prolongado pode acarretar doenças respiratórias, doenças cardiovasculares e problemas de saúde mental. Com isso, é importante a realização de audiência pública para debater o uso de cigarros eletrônicos pelos jovens, bem como educar e explicar sobre os malefícios desse uso”, justificou a parlamentar.

Ainda conforme a senadora Damares, esse tipo de dispositivo eletrônico parece uma alternativa menos prejudicial ao tabaco convencional, pois tem cheiro bom, cores chamativas, sabores diferentes, formatos práticos e compactos e passam a ideia de ajudar fumantes a largarem o vício, por isso, como efeito colateral, é muito atraente para os jovens.

Especialistas da área de saúde, gestores, representantes da sociedade civil e entidades participarão da audiência pública. Interessados poderão acompanhar no canal do Senado Federal no Youtube. A data para realização da audiência pública ainda será agendada.

0%