Rio Piracicaba amanhece com milhares de peixes mortos na manhã deste domingo

Jornal da Notícia

peixes-mortos-rio-piracicaba-070724

Milhares de peixes mortos foram avistados na manhã deste domingo (7) às margens do Rio Piracicaba, em Piracicaba (SP). A cena chamou atenção de quem passou pelo manancial e pescadores ouvidos, relataram que também havia espuma na água e a coloração era anormal.

Peixes Mortos no Rio Piracicaba

De acordo com o Secretário de Meio Ambiente, Ronaldo Delfini Cançado, a pasta foi informada por volta de 7h e acionou órgãos competentes, como o Serviço Municipal de Águas e Esgoto (Semae), o pelotão de Meio Ambiente e a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

O Semae informou em nota que monitora a qualidade da água e notou, a partir das 4h deste domingo, alterações na quantidade de oxigênio, situação que agravou por volta de 6h.

Questionada a Cetesb, que informou que técnicos da Agência Ambiental de Piracicaba atuam no local para apurar a situação. “Amostras estão sendo coletadas para análise e a Cetesb seguirá monitorando o rio.”

O ponto mais crítico foi avistado no bairro Nova Piracicaba, na rampa pública de barcos. Gian Carlos Machado, que é pescador e representante de um grupo de defesa do rio, afirma que o problema estaria concentrado na saída de água da ponte pênsil, na Rua do Porto.

“A gente subiu até uma certa altura do rio e encontrou uma grande espuma, perto da ponte que é o principal cartão postal da cidade. Tinha uma água muito escura, espumante, com uma espuma bem anormal para a realidade do rio”.

As causas ainda não foram esclarecidas, mas o secretário Ronaldo Delfini Cançado afirma que análises serão realizadas. “Chama a atenção. Claro que nós estamos em uma época de, relativamente, seca. A oxigenação [da água] nessa época é mais baixa, mas estamos trabalhando para detectar o mais rápido possível”.

Fonte: G1

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
0%