Policial militar de Hortolândia é feito refém em assalto à própria casa, reage e mata suspeito baleado

Jornal da Notícia

delegacia

Um policial militar reagiu a um assalto à própria casa e matou um suspeito baleado, na madrugada desta sexta-feira (19), no Jardim Terras de Santo Antônio, em Hortolândia (SP). Outros três homens que também participaram do crime conseguiram fugir e não foram localizados até a publicação.

Policial Militar Reage Assalto em Hortolândia

De acordo com o boletim de ocorrência, o PM de 33 anos deixou o portão da residência encostado após abri-lo para a esposa entrar com o filho de seis anos. Segundo o relato do agente de segurança, ele deitou no sofá ao lado de um revólver calibre 38 e acabou pegando no sono.

A vítima informou que, em um determinado momento, acordou já com os quatro criminosos dentro da residência anunciando o assalto. O grupo pediu para que ele desbloqueasse o celular e fizesse transferências via PIX, além de obrigar a entregar dinheiro e a chave do carro.

Os criminosos foram até o quarto e também renderam a esposa do PM e o filho. A criança chegou a ter a arma encostada nas costas. Ainda de acordo com o registro da ocorrência, os assaltantes viram uma farda infantil da Polícia Militar e, ao perceber que se tratava de um agente de segurança, afirmaram que iriam amarrá-lo.

No entanto, ele conseguiu pegar a arma e efetuou cinco disparos. Um dos suspeitos foi atingido e os outros conseguiram escapar. O policial foi atrás dos criminosos e efetuou mais 15 tiros, mas não atingiu ninguém. Imagens de câmera de segurança mostram o grupo andando pela rua antes do assalto e depois fugindo, também a pé.

O suspeito foi socorrido ao Hospital Mário Covas, mas morreu na unidade médica. Quatro armas, duas dos criminosos e duas do policial, foram apreendidas. O caso foi registrado como roubo e morte em decorrência de intervenção policial no 1º Distrito Policial de Hortolândia.

Fonte: G1

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
0%