Henrique do Paraíso lidera corrida eleitoral em Sumaré

Jornal da Notícia

WhatsApp-Image-2019-03-13-at-12.25.56-825x550

Uma pesquisa eleitoral realizada pelo Instituto Vitória Comunicação e Assessoria Empresarial, nos dias 27 a 29 de março, registrou um retrato detalhado das preferências políticas e das intenções de voto em Sumaré. Registrada sob o número SP-02694/2024, a pesquisa contou com 630 entrevistados e apresentou uma margem de erro de 3,9%, com um grau de confiança de 95%.

O candidato Henrique do Paraíso, do partido Republicanos, é um dos favoritos na corrida eleitoral, com 15,08% das intenções de voto, seguido por Willian Souza, do PT, com 14,13%. Eder Dalben, Décio Marmirolli (União Brasil), Welington da Farmácia (MDB), Toninho Mineiro (Mobiliza), Guilherme Dall’Orto (Podemos) e Silvio Coltro (Novo) também foram citados, com diferentes percentagens de apoio.

No entanto, a pesquisa também destacou que 26,83% dos entrevistados se mostraram indecisos ou não quiseram divulgar suas preferências, enquanto 9,05% optaram por votar em branco ou não quiseram opinar.

Henrique do Paraíso, que atualmente é vice-prefeito de Sumaré, recebe o apoio do Governador do Estado de São Paulo, Tarcísio de Freitas, e também do Ex-Presidente, Jair Bolsonaro. Além dos resultados específicos dos candidatos, a pesquisa revelou uma polarização entre esquerda e direita em Sumaré, refletindo um fenômeno observado em diversas outras cidades do país. Essa polarização se manifesta nas escolhas dos eleitores e pode influenciar significativamente o cenário político local, já que a cidade possui mais de 200 mil votantes.

A pesquisa abrangeu entrevistados de seis setores distintos da cidade de Sumaré: Área Cura (126 entrevistas), Matão (95 entrevistas), Maria Antônia (95 entrevistas), Nova Veneza (93 entrevistas), Picerno (96 entrevistas) e Centro (125 entrevistas) cada entrevista incluiu uma amostra representativa entre pessoas de 16 anos a 66 anos de idade, oferecendo uma visão abrangente das preferências eleitorais em diferentes partes da cidade.

0%