Agência antidoping proíbe boxeador de lutar por 4 anos, mas ele está morto

Entretenimento

newFile-1
Mexicano Moises Calleros morreu três meses atrás

A Agência Antidoping do Reino Unido (UKAD) puniu o boxeador mexicano Moisés Calleros após ele ser flagrado com cocaína no sangue.

O atleta está proibido de entrar num ringue de boxe por quatro anos, anunciou a entidade na segunda-feira. Mas há um detalhe: Calleros morreu três meses atrás.

O mexicano testou positivo para cocaína após sua derrota em abril de 2023 para Galal Yafai, na arena O2, em Londres (Inglaterra).

Horas após o anúncio da punição, a UKAD voltou a se pronunciar:

“Infelizmente, a UKAD não tinha informações sobre o triste falecimento do Sr. Calleros no momento da publicação e agora removeu todos os detalhes deste caso dos seus canais.”

Calleros, que tinha 34 anos, foi encontrado morto em sua residência em Juárez (México) depois que a sua família perdeu contato com ele, segundo a imprensa local.

O boxeador teria sofrido um ataque cardíaco fulminante enquanto se preparava para retornar aos ringues.

Fotos: Page Not Found
Fonte: Page Not Found

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
0%