Venda de repelentes dispara e cresce quase cinco vezes diante de surto de dengue no Brasil

Jornal da Notícia

REPELENTE

O Ministério da Saúde reportou neste ano mais de 500 mil casos prováveis de dengue, quase quatro vezes mais do que o registrado no mesmo período de 2023, que totalizou cerca de 128 mil casos. Com o agravamento da situação, as vendas de repelentes, utilizados para evitar a picada do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença, dispararam nas maiores redes farmacêuticas do país.

Em meio ao aumento de casos de dengue em Campinas (SP), a Associação Paulista de Supermercados (Apas) registrou aumento nas vendas e nos preços de repelentes e inseticidas em estabelecimentos do setor na região, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (16).

Fonte: R7

0%