Rio Piracicaba amanhece com milhares de peixes mortos nas margens e cena chama atenção

Jornal da Notícia

peixes um

Uma grande quantidade de peixes mortos no Rio Piracicaba, em Piracicaba (SP), chamou atenção de moradores e turistas na manhã desta terça-feira (2). A região próxima à Avenida Cruzeiro do Sul tinha dezenas de espécies boiando nas margens.

Logo no início da manhã, percorremos vários trechos do manancial, desde a região da Rua do Porto até a Avenida Cruzeiro do Sul, e encontrou peixes mortos por toda extensão do rio.

Peixes encontrados mortos às margens do Rio Piracicaba — Foto: Edijan Del Santo/EPTV

Alguns moradores lamentaram a situação. “Estou triste, acabou para mim o dia, acabou com tudo”, disse o aposentado José Francisco Miranda.

Já o comerciante Genilson Veneri ficou surpreso com a situação. “Praticamente todo dia a gente caminha aqui e ver essa cena, infelizmente… É muito peixe, muito peixe”, lamentou.

O trecho do Rio Piracicaba não registrava mortandade de peixes desde 2022.

Equipes da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) foram até o local e coletaram amostras em cinco pontos do rio para analisar a situação e entender as causas.

A Defesa Civil de Piracicaba foi até o rio nesta manhã e também acompanha a situação.

Tonalidade verde

No último sábado (30), o Rio Piracicaba amanheceu com uma tonalidade verde diferente do habitual e a cena também chamou atenção. Um especialista coletou uma amostra e informou que a situação pode ter sido ocasionada pela presença de algas.

A análise mostrou que o rio estava com os valores de pH, condutividade elétrica e oxigenação dentro do padrão. “A interpretação que podemos dar é que essa quantidade de material que está tornando a água verde, no meu entender, deve ser a presença de algas, muito provavelmente vindas de uma região mais para cima de Piracicaba.”

Fonte: G1

0%