Homem de 74 anos é a primeira morte confirmada por dengue em Americana

Jornal da Notícia

dengue dois

A Vigilância Epidemiológica de Americana recebeu nesta segunda-feira (15) a confirmação de um óbito no município causado pela dengue. Trata-se de um homem de 74 anos, morador do bairro Morada do Sol.

Confirmada Primeira Morte por Dengue em Americana

O paciente estava internado no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi e faleceu no dia 26 de março. A confirmação foi feita pelo Instituto Adolfo Lutz, que diagnosticou a presença do sorotipo 2 da dengue.

Em 2023 o município teve um óbito relacionado à doença, enquanto em 2022 foram oito mortes. Neste ano, são 817 casos positivos confirmados até esta segunda-feira (15).

Ações

Desde fevereiro está em ação a campanha “Americana contra a dengue – Um mosquito não é mais forte que uma cidade inteira”, lançada pela Prefeitura. A iniciativa tem como principal foco os mutirões para recolhimento de materiais que possam se constituir como criadouros.

O trabalho também engloba a revisão e atualização do fluxo de manejo clínico e coleta de exames para diagnóstico, mobilização junto às escolas municipais e estaduais, distribuição de folhetos e cartazes, visitas de casa em casa com remoção de criadouros e orientações e atividades educativas em locais de grande circulação de pessoas.

Somente no mutirão já foram 52.643 imóveis visitados e 8,8 toneladas de materiais removidos pelos agentes de controle de endemias.

Fonte: Assessoria Comunicação Prefeitura Americana

0%