Em operação da DIG de Americana em Hortolândia cinco pessoas são presas e um morto após confronto

Jornal da Notícia

dig estorie

Na noite desta quinta-feira (02), a Polícia Civil (PC), por meio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Americana, desencadeou uma significativa operação no Parque dos Pinheiros, em Hortolândia.

Operação DIG de Americana em Hortolândia

A ação resultou na prisão de um homem de 30 anos, conhecido pelo apelido “Fala Fina”, e mais quatro indivíduos, envolvidos em uma série de crimes ligados à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Desde novembro de 2023, a DIG Americana vinha investigando um homicídio ocorrido em frente à delegacia de Hortolândia, onde a vítima, após sobreviver a um atentado, foi executada por pistoleiros. As investigações revelaram que “Fala Fina” ordenou o homicídio, consolidando sua posição como líder dentro da facção criminosa que age dentro e fora dos presídios paulistas.

Durante a operação, com apoio crucial da Polícia Militar (PM) a residência comercial de “Fala Fina” foi invadida, onde ele foi capturado junto com sua mãe e dois irmãos, todos implicados na organização criminosa. No local, foram apreendidos uma pistola calibre .40, anotações e outros objetos relacionados às atividades ilícitas do grupo.

Em um desdobramento trágico também contando com o apoio tático da Policia Militar, outro membro da organização, morreu em um confronto armado quando a polícia tentou cumprir um mandado de busca e apreensão em sua residência. Esse homem resistiu à prisão e foi atingido após disparar contra os agentes de segurança pública.

Os presos foram encaminhados para unidades prisionais, onde aguardarão julgamento. A operação marca um ponto crucial na luta contra o crime organizado em São Paulo, desmantelando uma célula significativa do PCC e reafirmando o compromisso das autoridades em restaurar a segurança e a ordem pública.

0%