Em busca de popularidade, governo federal quer anunciar redução de fila do INSS

Jornal da Notícia

INSS

Entre as áreas de governo que o Planalto reuniu nesta semana para apresentar a nova campanha para aumentar a popularidade está o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), um dos principais alvos de críticas da população devido às enormes filas de atendimento.

Nesta quarta-feira (10), o ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência, Paulo Pimenta, teve uma nova rodada de reuniões com ministérios e entidades ligadas ao governo federal a melhorarem suas imagens.

No caso do INSS, o governo quer anunciar ainda neste semestre a redução do prazo de espera na fila de concessão de benefícios previdenciários.

A lei prevê no máximo 45 dias, mas há situações que registram números muito superiores de espera, devido a greves e outros problemas administrativos. O Planalto quer um teto de 30 dias.

De acordo com o Portal da Transparência da Previdência, em julho de 2023, a demora foi de 71 dias. A fila é sempre cheia, até janeiro deste ano, havia 1 milhão e 569 mil atendimentos acumulados no estoque.

Fonte:CNN

0%