Cúpula do União Brasil já analisa afastamento cautelar de Bivar

Jornal da Notícia

BIVAR

A cúpula do União Brasil deve se reunir nos próximos dias para definir o afastamento cautelar (provisório) de Luciano Bivar.

Atual presidente do partido, Bivar se envolveu em uma briga política com Antonio Rueda, que venceu as eleições para sucedê-lo na presidência. No episódio mais recente dessa disputa, casas de praia de Rueda pegaram fogo, e a responsabilidade recaiu sobre Bivar. Ele negou.

No cenário de ser afastado do partido, Bivar perde a presidência do União Brasil antecipadamente, já que seu mandato termina apenas no dia 31 de maio.

Já existe um procedimento interno a que Bivar responde por ameaça à filha menor de Antonio Rueda numa conversa telefônica, que foi gravada. Na avaliação de integrantes da cúpula do partido, o episódio do incêndio das casas no litoral pernambucano agrava ainda mais a situação.

0%