Americana vacina 668 pessoas no Dia D da campanha contra a gripe

Jornal da Notícia

storie

A Prefeitura de Americana, por meio da Secretaria de Saúde, realizou neste sábado (13) o Dia D da campanha de vacinação contra a gripe com a imunização de 668 pessoas. A ação aconteceu ao longo do dia nas Unidades Básicas de Saúde dos bairros Vila Mathiensen, Parque Gramado, Praia Azul, Jardim Boer, Jardim São Paulo, São Domingos, Cariobinha e São Vito.

Campanha Vacinação Contra Gripe em Americana

Além da proteção contra a gripe, também foram aplicadas 114 doses de multivacinação, considerando diversas vacinas do calendário nacional para pessoas que estavam em atraso. Também foram feitas pesagens referentes ao programa Bolsa Família, condição necessária para a manutenção do benefício junto ao programa do governo federal.

A vacina permanece disponível em todas as UBSs do município, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, à exceção da unidade da Praia Azul, cujo horário é das 8h às 20h.

“Foi um sábado especial em que pudemos avançar com a cobertura vacinal contra a gripe em diferentes grupos populacionais. É importante destacar que a vacina continua disponível em todas as unidades básicas e as pessoas dos grupos elegíveis podem buscar o serviço nos dias úteis. A vacina é um método importante, seguro e eficaz contra os casos graves da doença, principalmente em idosos e crianças”, diz o secretário de Saúde, Danilo Carvalho Oliveira.

“A gente espera que a adesão à campanha seja intensificada nas próximas semanas, principalmente porque estamos próximos de entrar no período de maior circulação do vírus da gripe, considerando a sazonalidade desta doença”, reforçou a diretora da Unidade de Serviços de Saúde Básica e Preventiva, Simone Maciel.

Atualmente, os grupos contemplados para receber o imunizante são:

– Crianças de 6 meses a menores de 6 anos

– Idosos

– Gestantes

– Puérperas

– Professores e funcionários de escolas (pública ou privada)

– Indígenas

– Trabalhadores da saúde

– Pessoas com deficiência permanente

– Adolescentes em medidas socioeducativas

– População privada de liberdade

– Pessoas com comorbidades

– Integrantes das Forças Armadas

– Pessoas em situação de rua

– Integrantes das Forças de Segurança e Salvamento

– Caminhoneiros

– Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário

– Trabalhadores do setor portuário

– Trabalhadores do sistema prisional

Todos os profissionais dos grupos prioritários devem comprovar atuação por meio de holerite, crachá ou carteira de conselho de classe para receber o imunizante.

Para a vacinação das crianças, os pais ou responsáveis legais têm que obrigatoriamente apresentar a caderneta de vacinação de rotina dos menores.

No caso das pessoas com comorbidades, é necessário levar receita, laudo ou carta médica que comprove a doença. Os indivíduos com deficiência permanente podem apenas se autodeclarar.

Fonte: Assessoria Comunicação Prefeitura Americana

 

0%