Universal Music e TikTok não chegam em acordo e gravadora anuncia retirada de músicas da rede social

Entretenimento

Universal-Music-Group-retirara-musicas-do-TikTok-em-uma-disputa

A Universal Music Group (UMG) deixará de licenciar seu conteúdo para os serviços TikTok e TikTok Music. A gravadora anunciou nesta terça-feira (30) que seu acordo com a plataforma de mídia social não foi renovado.

Entre os artistas do catálogo da gravadora estão Taylor Swift, Justin Bieber, The Weeknd, Drake, Billie Eilish, Harry Styles, Bod Dylan e Adele. A UMG tem pressionado a TikTok por compensações apropriadas para artistas e compositores em suas discussões de renovação de contrato, entre outras coisas, disse em uma carta endereçada à sua comunidade de artistas e compositores.

Se a UMG não chegar a um acordo com o TikTok, todas as suas músicas serão removidas do serviço assim que o acordo expirar na quarta-feira, disse um porta-voz da UMG. Em sua carta, a UMG acusou a TikTok de “tentar construir um negócio baseado em música, sem pagar o valor justo pela música”.

A UMG disse que a TikTok propôs pagar aos artistas e compositores uma taxa que é uma “fração da taxa” que as principais plataformas sociais em situação semelhante pagam. Ainda na terça, o Tiktok declarou, em comunicado, que as alegações da gravadora são falsas.

“É triste e decepcionante que o Universal Music Group tenha colocado a sua própria ganância acima dos interesses dos seus artistas e compositores”, diz a nota da plataforma chinesa. “Apesar da falsa narrativa e retórica da Universal, o fato é que eles optaram por abandonar o poderoso apoio de uma plataforma com mais de bilhões de usuários que serve como um veículo gratuito de promoção e descoberta dos seus talentos.

O TikTok conseguiu chegar a acordos de ‘primeiro o artista’ com todas as outras gravadoras e editoras. Claramente, as ações egoístas da Universal não atendem aos melhores interesses dos artistas, compositores e fãs.” A plataforma é responsável por apenas cerca de 1% da receita total da UMG, disse a gravadora. A empresa chegou a um acordo com o TikTok em fevereiro de 2021, o que permitiu que os usuários do aplicativo pudessem incorporar clipes do catálogo de músicas da UMG em seus vídeos.

Fonte: Portal G1
0%