‘Sensação de que ele estava por ali’: Edson Celulari quis se comunicar com o pai falecido em filmagens de ‘Nosso Lar 2’

Entretenimento

2103467707-65551d8e6997d69c8c9256f7ec23a01a

No dia 25 deste mês chegou aos cinemas brasileiros ‘Nosso Lar 2: Os Mensageiros’, um longa-metragem assinado por Wagner de Assis. Sequência do drama de 2010, a obra dá continuidade à jornada de André Luiz, um espírito em busca de luz em sua caminhada.

Na trama, André Luiz entra para um grupo de espíritos liderado por Aniceto, ganhando a missão de ser mensageiro. Assim, ele parte para a Terra com o propósito de ligar o mundo espiritual ao físico, contando com a ajuda de três pessoas que ainda não sabem que fazem parte de um plano maior.

Durante uma entrevista recente para o jornal O Globo, Edson Celulari, um dos protagonistas do filme, falou um pouco sobre o estudo que fez em cima da religião espírita para representar Aniceto. Católico desde novo, o ator também abordou a saudade que sentiu do pai durante as gravações, um homem que faleceu em 1993.

“Já conhecia um pouco sobre a religião antes de fazer parte do elenco, mas estudei e pesquisei sobre o assunto e, realmente, é uma linda doutrina”, começou Celulari.

“Eu mesmo fiquei com vontade de me comunicar com meu pai, falecido há 30 anos. Minha filha tinha acabado de nascer, o que me deu uma saudade imensa dele. Tinha a sensação de que ele estava por ali. Mas entendi que não é tão simples assim. Precisa haver disponibilidade das duas partes e uma circunstância específica para que aconteça”, acrescentou.

Fotos: Terra
Fonte: Terra
0%