Celular Seguro: veja como funciona app para bloquear aparelho roubado

Entretenimento

Destaque-Celular-Seguro

O aplicativo “Celular Seguro” é liberado hoje pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. O serviço facilita o registro de ocorrência e bloqueio do aparelho após furto ou roubo. Veja o passo a passo de como a ferramenta funciona:

Instale app:

  • O aplicativo está disponível para smartphones Android e também para iPhones a partir desta quarta-feira (20).
  • Procure na loja do aparelho por “Celular Seguro”.
  • Desde que foi o sistema foi lançado, apenas a versão para desktop.

Faça login:

  • É necessário que o usuário entre em sua conta oficial no site do governo federal, o gov.br;
  • Após entrar no aplicativo, a ferramenta apresentará os Termos de Uso e Privacidade. O usuário terá de concordar com eles para prosseguir.

Página inicial:

  • A ferramenta conta com três opções na página inicial: pessoas de confiança, registrar telefone e registrar ocorrência.
  • Na primeira opção, deverão ser cadastradas as pessoas que, em caso de perdas, roubos ou furtos do aparelho, poderão criar ocorrências em nome do usuário.
  • O segundo ícone diz respeito ao registro dos aparelhos que serão conectados diretamente ao CPF.
  • Na terceira opção, será possível criar ocorrências de forma simples.

Dados protegidos:

  • A nova plataforma foi desenhada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, em parceria com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).
  • De acordo com o secretário-executivo da pasta, Ricardo Cappelli, os celulares roubados serão transformados “em um pedaço de metal inútil” após o bloqueio. “Com apenas um clique, a vítima enviará um aviso simultaneamente para a Anatel, para os bancos, para as operadoras de telefonia e para os demais aplicativos”, explicou.
  • “Caso você seja roubado, é só acionar o sistema por um computador que operadora telefônica e bancos são notificados no mesmo instante, bloqueando acessos”, explicou o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Paulo Pimenta, em postagem nas redes sociais.
  • “Uma medida importante para diminuir a dor de cabeça e as perdas financeiras de quem passa por furto ou roubo, completou o ministro.
Fotos: Olhar Digital
Fonte: UOL
0%