Boliviana que concorreu a Miss Mundo é presa com armas e munição para fuzil

Entretenimento

FB_IMG_1703698044514
Acusação pode ser ampliada para envolvimento com tráfico de drogas

Uma boliviana que concorreu a Miss Mundo de 2020 foi presa no último sábado (23/12) acusada de tráfico de armas.

Alondra Mercado Campos está agora detida na Prisão Feminina de Trinidad, em Beni (Bolívia). A polícia afirma ter encontrado um grande estoque de armas e munições AK-47 na casa da jovem de 22 anos.

A ex-Miss será mantida em prisão preventiva por 30 dias até seu primeiro comparecimento ao tribunal, segundo relatos locais.

Testes forenses no seu carro apontaram traços de cocaína, de acordo com o jornal “El Deber”, podendo fornecer evidências para acusação de tráfico de drogas, disseram os promotores do caso.

Seu companheiro, Andrés Vasquez, está foragido e é procurado para interrogatório sobre narcotráfico. A irmã de Alondra também é investigada, de acordo com reportagem no “NY Post”.

“O namorado está sendo investigado por tráfico de substâncias controladas e está foragido”, afirmou o vice-procurador do departamento de Beni, no centro-norte da Bolívia, Geraldo Balderas.

Segundo a autoridade, vídeos mostram Alondra, que também conquistou os títulos de Rainha do Carnaval de Trinidad (capital de Beni) e Miss Charm Bolivia 2023, e o namorado em diversas festas com armas ilegais.

Elas foram apreendidas na operação.

Fotos: Page Not Found
Fonte: Page Not Found
0%