Andréa Sorvetão ignora convite para documentário das Paquitas e processa uma delas

Entretenimento

464072963-andrea-sorvetao

O documentário “Para sempre tão bom: Paquitas”, que está sendo produzido pelo Globoplay, poderá não ter a mais famosa assistente de palco da Xuxa. Isso por que Andréa Sorvetão ignorou o convite das ex-colegas para participar do projeto. A direção do doc estava disposta a passar por cima do climão com Sorvetão para tê-la no especial. “Convidamos todas as paquitas. Algumas ainda estão vendo agenda, mas queremos ter todas”, disse Ana Paula Guimarães, ex-paquita e que assina a direção artística do documentário.

Vale lembrar que Sorvetão foi vetada de participar do documentário da Xuxa lançado no ano passado, e chegou a reclamar na época de ter sido excluída.”Eu me sentiria parte desse documentário, sem dúvida alguma. Mas ela (a Xuxa) decidiu que eu não fizesse parte. É claro que eu fiquei chateada. Não vou ser hipócrita”, declarou.

Ela e Xuxa estão brigadas desde 2021 devido ao posicionamento político e radical de Sorvetão e o marido, o cantor Conrado, ambos apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro. A treta resultou na expulsão de Sorvetão do grupo de WhatsApp de ex-paquitas e o afastamento dela da maioria das ex-companheiras de profissão. Hoje, Andréa só tem contato nas redes sociais com Cátia Paganote, Bárbara Borges e Thalita Ribeiro e não é seguida por quase nenhum ex-paquita.

Treta com Xuxa

A amizade de 35 anos com acabou após Sorvetão fazer um vídeo com o marido, o cantor Conrado, afirmando ser um “casal hétero, cristão e tradicional”, em 2021. Xuxa não gostou do posicionamento polêmico dos dois a favor do então presidente Jair Bolsonaro e deixou de seguir o casal no Instagram.

“Me decepcionei muito com algumas pessoas há pouco tempo, quando vi que as pessoas estão realmente colocando para fora o que elas eram. Penso assim comigo: ‘eu não quero mais dar nem oi para essa pessoa, não quero mais nem falar com ela’. Então, quando vejo essas pessoas, que eram preconceituosas, mas nunca demonstraram, e hoje estão mostrando que fazem discriminação e são, sim, homofóbicas e são a favor de atrocidades.”, disse Xuxa na ocasião.

Durante as últimas eleições, Andréa Sorvetão fez posicionamentos polêmicos nas redes sociais em favor do então presidente Bolsonaro e foi expulsa do grupo das paquitas no WhatsApp.

Processo contra ex-paquita

Outro motivo de climão é o processo que Sorvetão está movendo contra a também ex-paquita Lara Rhodes, após a mesma revelar que Andrea foi expulsa do grupo no WhatsApp das ex-assistentes de palco.

“A gente tem um grupo de paquitas. A gente só tirou uma integrante que a gente não queria mais. Ponto. Porque não dá para você ter diálogo com uma pessoa que não tem diálogo. Era a Sorvetão”, disse Lana em entrevista ao “Barba Cast” em fevereiro do ano passado.

“Não (foi uma questão) só política. Foi (uma questão) de posicionamento humano mesmo. Você pode votar em quem você quiser. Mas se você quer uma relação com pessoas humanistas, você precisa, minimamente, ou respeitar ou ser. E aí começou a rolar uma falta de respeito. E a gente disse: ‘falta de respeito não rola. Se retire, por favor’. E ela foi convidada a se retirar. (…) O posicionamento social que a Andréa e o marido se propuseram na época da eleição, para mim foi agressivo. Eu não concordo com nada. Tanto que hoje eu não tenho mais interesse. Não estou aqui para julgar nem apontar o dedo para ninguém, então, o que eu faço é me afastar”, justificou a ex-paquita.

Lana, que hoje trabalha como atriz, explicou que a expulsão ocorreu por conta da postura de Sorvetão e o marido, Conrado, nas últimas eleições presidenciais, quando o casal fez campanha para o candidato Bolsonaro.

Em meio à polêmica, o cantor Conrado contou que Sorvetão está processando a ex-paquita Lana Rhodes. “A menina que disse que ela retirada do grupo está sendo interpelada pelos advogados. Ela vai responder por isso e ter que provar que a Andréa foi retirada de algum grupo. Ela não foi retirada de nada. Ela simplesmente resolveu sair porque não se sentia mais bem. E ponto final”, disse.

0%