Djokovic e Sabalenka são eleitos melhores tenistas de 2023 pela ITF

Placar 88

kxmbpm87ocdwq8kul9wm
Número 1 e 2 dos rankings mundiais masculino e feminino levam prêmio por melhor performance durante o ano

O número 1 do mundo, Novak Djokovic, e a segunda do ranking feminino, Aryna Sabalenka, selaram 2023 com o maior reconhecimento da Federação Internacional de Tênis (ITF). Os dois tenistas foram eleitos campeões do ano, nesta sexta-feira, por terem feito excelentes campanhas nos quatro Grand Slams do circuito.

Essa é a oitava vez que Djokovic ganha o prêmio da ITF, após vencer o Aberto da Austrália, Roland Garros e US Open. De todos os Grand Slams do ano, o sérvio só não levou o título em Wimbledon, após perder a final para o espanhol Carlos Alcaraz, por 3 sets a 2. O brasileiro Gustavo Kuerten, o Guga, chegou a levar o mesmo prêmio 23 anos atrás, em 2000.

Já para Aryna Sabalenka, o ano de 2023 pareceu ser apenas uma amostra do que ainda está por vir. A tenista belarussa, que já havia chegado às semifinais de Wimbledon, em 2021, recebeu o título de melhor do ano logo após conquistar o Australian Open, chegar à final do US Open, e alcançar as semis de Wimbledon e Roland Garros.

Sabalenka chegou bem perto de finalizar o ano na primeira posição do ranking, mas Iga Swiatek, eleita melhor do ano pela WTA, acabou derrotando a tenista nas semifinais do WTA Finals, em outubro, no México, recuperando o topo.

Rajeev Ram e Joe Salisbury levaram o prêmio masculino por duplas, depois de vencer o U.S. Open pela terceira vez consecutiva, enquanto Storm Hunter e Elise Mertens levaram o título feminino na mesma categoria.

 

Fotos: Giampiero Sposito/Getty Images
Fonte: GE
0%