De volta à Seleção, Richarlison diz que esteve no fundo do poço e exalta terapia

Placar 88

53597424816_a1bc428bb4_k-1920x1295
Atacante celebra nova chance com a amarelinha, mira marcas e diz estar vivendo lindo momento

Sem medo de julgamentos e ciente de seu papel na conscientização de outras pessoas, Richarlison abriu o coração em entrevista coletiva nesta terça-feira, em Londres, onde está reunido com a seleção brasileira para amistosos.

O atacante destacou a importância de cuidar da saúde mental e exaltou a importância da terapia em sua vida. Richarlison decidiu buscar ajuda em setembro do ano passado, quando teve de lidar com cobranças em campo e também problemas pessoais fora das quatro linhas.

– Minha fala foi muito importante até para o pessoal da Seleção. Quando cheguei aqui já vi a psicóloga, nunca teve isso antes aqui. Foi importante. E o carinho que recebi das pessoas, a gente sabe o preconceito que tem quando a pessoa fala que está procurando ajuda, eu mesmo tinha esse preconceito, graças a Deus não tenho mais – declarou.

– Como jogador da Seleção, que tem voz ativa, falo para as pessoas procurar mesmo porque ajuda. Posso falar porque salvou minha vida.

– Salvou minha vida de uma hora para a outra, estava no fundo do poço mesmo, sabe? É importante a seleção ter um psicólogo para ajudar os atletas. Só a gente sabe a pressão que sofre, não só dentro, mas também fora de campo. Eu mesmo sofri mais fora de campo. É importante ter um psicólogo perto da gente – completou o camisa 9 do Brasil na última Copa do Mundo.

No ano passado, o Pombo rompeu com o empresário Renato Velasco, que o acompanhava desde o início da carreira. O centroavante também viveu fase muito ruim em seu clube após retornar da Copa do Mundo.

“Meu maior problema naquele momento não era dentro de campo, era fora de campo, pessoas que estavam ao redor e acabaram me decepcionando”

– Mesmo morando na minha casa há sete anos, essa foi minha maior decepção. Graças a Deus, já passou. Estou vivendo um lindo momento e quero construir minha história de novo.

Richarlison esteve fora da última convocação do Brasil, para duelos contra Colômbia e Argentina, em novembro do ano passado. Agora, se diz mais forte não só mentalmente, mas também fisicamente.

– Eu passei meses de dificuldade por dores no meu púbis, muitos aqui na seleção viram, eu nem conseguia chutar a bola para o gol direito. Graças a Deus eu fiz essa operação, operei os dois lados do púbis, hoje me sinto 100%, voltei voando na Premier League, ajudando meu clube. Meses atrás, quando não fui convocado para a Seleção, falei numa entrevista que voltaria para a Seleção, trabalhei muito durante esses dias, hoje estou aqui feliz e consegui dar a volta por cima.

O Brasil realizará treinamentos no CT do Arsenal até quinta-feira. Na sexta, fará reconhecimento do estádio de Wembley e sábado, às 16h (de Brasília) enfrenta a Inglaterra. No domingo, a delegação segue para Madrid, onde enfrenta a Espanha, no Santiago Bernabéu.

Fotos: GOOGLE
Fonte: GE
0%